.

.
Caxias - Capital do Leste Maranhense

CapitalWebTV

Plano Safra 2017-2018 é lançado em Caxias

O Banco do Brasil em parceria com a Prefeitura de Caxias por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca, lançou na manhã desta terça-feira (11/07) o Plano Safra 2017/2018. Para o Estado do Maranhão são destinados R$ 1,84 bilhões. Os produtores rurais do município presentes no evento acreditam que as linhas de crédito representam uma grande oportunidade para o fomento da produção e desenvolvimento do agronegócio em Caxias.

“Nós queremos que melhore ainda mais. A gente espera que ajude. Nós trabalhamos com hortas, produzimos cebola, coentro, pimentão, tomate. A gente já entregou outros produtos como feijão, batata, macaxeira, são 46 itens. O que a gente vai produzindo a gente vai entregando” afirma Aldeíres Lima, trabalhadora rural do povoado Jenipapo.

“Nós plantamos o arroz, feijão, o cheiro verde, e estamos trazendo produtos vendendo para o município. Com o momento que estamos vivendo é importante o crédito para a gente fazer alguma coisa” disse João da Cruz, trabalhador rural do povoado Caxirimbu.

“A gente ver esse lançamento com expectativa de dias melhores. Temos um governo novo. O prefeito Fábio Gentil tem sinalizado que vai incentivar a agricultura. Esse evento reúne toda a classe produtora interessada no agronegócio. Com o Banco do Brasil, tenho certeza que temos muito para darmos passos largos para o setor”, disse Neto do Sindicato, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias.

“O momento que o país passa, de tantas crises políticas e econômicas, nós, os trabalhadores rurais, somos os que mais precisam dos governantes. Este momento de lançamento do Plano Safra é muito importante para o setor agrícola da Agricultura Familiar. A Agricultura Familiar faz com que todos tenham pão em cima da mesa, tanto do rico quanto do pobre. Graças a esse povo do campo nós colocamos comida na mesa, produtos de qualidade sem agrotóxicos, sem contaminação”, ressalta Antônio José, presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar.

Em todo o Brasil estão sendo disponibilizados R$ 103 bilhões em recursos para financiamento do Agronegócio, R$ 14,5 bilhões desse total para Agricultura Familiar. Segundo o gerente de relacionamento do Banco do Brasil em Caxias, todas as linhas de crédito têm redução na taxa de juros que variam de 1% a 2% ao ano.


“O Plano visa atender o Agronegócio como um todo. Essas linhas de crédito visam atender tanto os pequenos produtores até os grandes grupos empresariais, em especial aqueles que investem em energias renováveis. Diante do cenário atual do país, nós temos visto que o Agronegócio tem impulsionado a economia. O Banco do Brasil como o maior financiador do Agronegócio do país, com esse novo plano e esse aporte de recursos, visa fortalecer a atividade, dando um incentivo maior”, destaca Francisco Noronha, gerente de relacionamento do Banco do Brasil.

“A gente tem a honra de fazer esse lançamento em Caxias e região, mostrando e demonstrando o nosso proposito, o potencial que temos para melhorar a vida dos produtores a melhorar a empregabilidade, fomentando a nossa agricultura e o nosso comércio. Tudo isso é uma cadeia. Estamos preparados enquanto banco, enquanto região para auxiliar os produtores independente do seu porte, foi isso que nós viemos demonstrar” afirmou José Ribamar, gerente geral do Banco do Brasil/Caxias.

Atualmente mais de 90% dos alimentos que chegam a Caxias vêm de outros estados. O dado fornecido pelo secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca, Ney Jefferson, também revela o tamanho do potencial que existe para ser explorado pelo setor no município.

“É um dos objetivos da Secretaria de Agricultura divulgar todas as políticas de incentivo a agricultura, tanto para a Agricultura Familiar, quanto para o médio e o grande produtor. Esse encontro é importante porque divulga as linhas de financiamento do Banco. Nós vamos buscar estreitar essa relação entre todos os órgãos que tem afinidade e algum tipo de trabalho que possa ser desenvolvido na Agricultura Familiar. Mais de 90% do que a gente consome vem de fora. Ao mesmo tempo em que esse é um dado ruim, também nos abre oportunidades para investir nessa área. A economia nacional está enfrentando dificuldade e a gente precisa investir em setores que gerem recursos para fazer a economia crescer neste segmento. A cada real investido na Agricultura Familiar contribui para circular cinco reais”, explica, Ney Jefferson, secretário Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca.

“Nós estamos assistindo o Banco do Brasil anunciar o novo Plano Safra. Isso é na prática recursos assegurados para o Agronegócio. Mas seria bom se fosse destinado ao produtor rural. Até hoje o maior financiador da agricultura é o Banco do Nordeste, agora aparece o Banco do Brasil. Vamos ver se o Banco tem condições e capacidade de financiar a quem realmente precisa. Se isso for feito, parabéns”, lembrou Catulé, presidente da Câmara Municipal de Caxias-MA. (Ascom/Caxias)
COMPARTILHAR:

+1